Como as vendas online podem agregar valor ao seu negócio

63
Como as vendas online podem agregar valor ao seu negócio

Estamos em 2017 e o mundo está cada dia mais conectado. Vendas online hoje são uma realidade em qualquer segmento e, em muitos deles, uma necessidade.

Hoje, quase qualquer coisa ou serviço que você quiser comprar, consegue fazê-lo através da internet, pelo próprio celular. Segundo um estudo do Google junto à Forrester Research, as vendas online no Brasil em 2016 somaram R$47 bilhões, número que deve chegar a R$85 bilhões em 2021.

Mesmo que seu negócio se sustente bem apenas com as vendas presenciais, considere acrescentar uma estratégia de vendas online. Além da tendência de crescimento, algumas das principais vantagens do mercado online são:

  • Fácil implantação
  • Ampliação da clientela
  • Baixo custo de operação
  • Reconhecimento da marca
  • Mais opções para seus clientes
  • Sem dor de cabeça com clientes “mau pagadores”

Ao longo dessa matéria vamos detalhar cada uma dessas vantagens:

Fácil implantação

Um dos maiores problemas de quem tem um negócio físico e pensa em começar uma estratégia de vendas online é pensar que esse é um processo complexo. Na verdade, existem diversas soluções que podem resolver facilmente esse problema:

Marketplaces específicos para seu segmento

Esta é a opção mais simples. Se já existe uma plataforma especializada em seu segmento, provavelmente é a melhor opção. Em poucos minutos você consegue configurar tudo e começar a vender. Na maioria dos casos você não tem custo de desenvolvimento ou, quando tem, é bem razoável. Além disso, você tem uma empresa responsável pela prestação do serviço e suporte, tem funcionalidades específicas para o seu negócio e a plataforma possui um público próprio interessado em seu produto/serviço.

Alguns exemplos de plataformas como estas são a LearnCafe para venda de cursos, a Rakete para venda de inscrições em torneios ou o Elo7 para venda de produtos artesanais. Com uma rápida pesquisa no Google você consegue encontrar a melhor plataforma para seu segmento.

Plataformas de loja online

Existem também plataformas onde você monta sua loja virtual, seja de qual segmento for. Em geral é bem parecido com as plataformas específicas por segmento. As principais diferenças entre elas são:

  1. Geralmente possuem mensalidade, mas nada abusivo
  2. A plataforma não terá um público específico de seu segmento
  3. Por ser uma ferramenta geral para qualquer segmento, possivelmente uma ou outra funcionalidade que você gostaria que tivesse não estará disponível

Alguns exemplos de plataformas como estas são: Tray e a Loja Integrada

Produção interna

Se você tiver tempo e for familiarizado com computadores e internet, existem ótimas ferramentas disponíveis nas quais você pode criar o seu site, mesmo sem saber programar. Esta é definitivamente a opção mais econômica, mas você deve se certificar de que realmente consegue criar um site de alta qualidade e com tudo funcionando bem. Do contrário, esse barato pode te custar muito caro.

Algumas das principais plataformas para montar o seu próprio site são o WordPress e o Wix.

Contratação de uma agência para criar o seu site com uma loja virtual integrada

Esta opção é geralmente a mais cara e não adianta querer economizar.  Um site mal feito pode atrapalhar mais do que ajudar. Você terá que pagar tanto para o desenvolvimento quanto para a manutenção do site.

Outro ponto negativo aqui é o prazo. Enquanto nas primeiras opções você consegue colocar seus produtos à venda no mesmo dia, aqui será necessário aguardar o desenvolvimento do site, que pode chegar a demorar semanas ou meses.

Ampliação da clientela

Você pode atingir um público muito maior com vendas online. Digamos que você tenha um negócio local e não tem uma presença relevante na internet. Os seus clientes provavelmente se restringem a quem passa na frente do seu negócio, amigos e conhecidos seus e de seus clientes e, no máximo, algum grupo de pessoas que você captar através de propagandas como distribuição de flyers, anúncios pagos em jornais, parcerias, dentre outros.

Na internet você tem diversas opções econômicas ou mesmo de graça para divulgar seu negócio, atingindo pessoas que jamais atingiria, porém que podem ter interesse em seu produto/serviço. Sua clientela pode se estender a todo o país. Algumas dessas opções são:

  • Trabalhar bem as redes sociais, em geral Facebook e Instagram. Dependendo de seu segmento outras redes como Twitter, LinkedIn e SnapChat devem ser consideradas;
  • Propagandas pagas no Facebook e Instagram direcionadas por região, interesse, renda, e outras
  • Propagandas pagas no Google para quem pesquisar por seu produto ou serviço;
  • Propagandas pagas no Google em páginas relacionadas ao seu produto ou serviço;
  • Criar um blog próprio;
  • Criar um canal no YouTube;
  • Vender seus produtos em um marketplace específico de seu segmento.

Baixo custo de operação

Um negócio físico gera diversas despesas fixas como aluguel do imóvel, contas de luz, água, internet, faxineira, secretária, uma pessoa para cuidar do caixa, outra para vender e muitas outras despesas que você deve estar bem familiarizado.

Para vendas online os custos do negócio são muito mais acessíveis. Utilizando um marketplace específico para seu segmento, na maioria das vezes você pagará apenas um percentual por transação, mais nada. Em alguns casos, além do valor da transação, existe uma cobrança de mensalidade. É bom ter estes custos bem claros antes de contratar a plataforma.

Reconhecimento da marca

Com um negócio 100% físico é difícil se tornar referência em seu segmento porque o alcance de pessoas que você tem é limitado. Trabalhando com vendas online você tem o potencial para tornar sua marca uma verdadeira referência em seu segmento, seja na sua cidade, no Brasil, ou até mesmo no mundo todo.

Mais opções para seus clientes

Entre o público jovem, 30 anos ou menos, há um consenso absoluto de que comprar online é melhor do que se deslocar para realizar a compra. Mesmo entre pessoas mais velhas, este hábito está cada dia mais frequente. A confiança nas transações online está aumentando e ir até uma loja física faz cada vez menos sentido.

Imagine se seus clientes pudessem comprar seus produtos pelo celular, sem ter que ir ao seu estabelecimento, sem precisar conversar com ninguém e o melhor, a qualquer dia e hora? Afinal, as vendas online funcionam 24 horasdia, 7 dias por semana, enquanto no seu estabelecimento elas ocorrem apenas no horário pré-estabelecido pela sua loja.

Sem dor de cabeça com “mau pagadores”

Sabe aquele cliente que dá cheque sem fundo? Que quer comprar fiado? Que pede para pagar no dia que for pegar a encomenda? Que paga parte agora e parte depois?

Estas e outras situações são frequentes, geram problemas de fluxo de caixa e requerem extremo jogo de cintura por parte do empresário.

Nas vendas online isso é minimizado. Ou o cliente paga, você recebe o dinheiro e entrega o produto, ou ele não consegue finalizar a compra. Seus problemas com mau pagadores diminuem muito nas vendas online.

Vendas online – Faça

Para finalizar, vamos dar um único e importante conselho: se você não faz vendas online em seu negócio ainda, comece já! Considere as opções apresentadas acima e defina qual é a melhor para você. Em pouco tempo seu processo de vendas estará redondo, trazendo novas receitas e criando possibilidades infinitas ao seu negócio.

Texto desenvolvido pela nossa parceira Rakete.