Procurando dicas para estudar? As pesquisas indicam: tire uma soneca!

98
dicas para estudar

Lembro-me de estudar para as provas finais na época da faculdade. Passei várias noites estudando de última hora, mas de alguma forma, ainda consegui obter boas notas. De acordo com um novo estudo, eu perdi meu tempo. Eu teria me saído tão bem, talvez até melhor, se eu tivesse dormido um pouco. Além disso, um pouco de sono poderia ter ajudado a reter o que eu aprendi por mais tempo.

Se vemos um estudante que tem uma prova final chegando tirando uma soneca, nós pensamos que ele ou ela está desperdiçando seu tempo. Na verdade, o cérebro processa a informação enquanto dormimos. Por isso, o cochilo é uma parte essencial do processo de estudo.

Se os professores ou pais vão vê-lo dessa forma é outra questão. O Dr. James Cousins e sua equipe de pesquisadores da Duke-NUS Medical School, em Cingapura, descobriram que a soneca pode ajudar a alcançar o sucesso escolar.

Dr Cousins deu dicas para estudar: “Não se estresse apenas para tentar colocar alguma informação em sua cabeça. Tirar uma soneca é tão bom quanto”. Aqui está um pouco mais de combustível para o argumento: Einstein, John F. Kennedy e Winston Churchill estão entre os mais famosos dorminhocos da história. Todos eles tiravam uma soneca na parte da tarde.

A Pesquisa

Cousins e sua equipe recrutaram 72 estudantes voluntários para descobrir qual atividade era melhor para fazer antes de um exame. Os participantes participaram de palestras sobre diferentes espécies de caranguejos e formigas. Os alunos aprenderam sobre a dieta de cada criatura, o clima em que viviam e seu habitat. Em seguida, os voluntários receberam um período de 80 minutos durante o qual eles podiam escolher estudar, assistir a um filme ou tirar um cochilo. Seguiram-se outros 80 minutos de palestra. Em seguida, aos alunos foram dadas um exame contendo 360 perguntas, cobrindo todo o material que tinham aprendido.

Aqueles que cochilaram durante seu período livre acabaram obtendo pontuações mais altas do que os outros dois grupos. Um segundo exame foi dado aos mesmos estudantes uma semana mais tarde, e mais uma vez, os que dormiram tiveram maior pontuação. Os alunos que estudaram de última hora foram melhor do que os que assistiram ao filme, no primeiro teste. Mas no segundo, as pontuações dos dois grupos eram quase idênticas. “Isso pode indicar que a informação desses alunos pode ser boa no curto prazo”, mas no longo prazo, os benefícios podem não ser tão grandes”, disse Cousins.

Um estudo de 2015 da Universidade de Brandeis, em Boston, descobriu que neurônios de memória, dentro do cérebro, armazenam memórias de curto prazo em nossos bancos de memória de longo prazo. Esse processo ocorre enquanto estamos dormindo. Embora o sono ainda seja em grande parte um mistério, pensa-se que os neurônios da memória são os que nos colocam a adormecer. Como o cérebro não pode consolidar a informação nova sem eles, aprender sem o sono em dia é difícil. Assim, nossa memória e capacidade de aprendizagem são muito dependentes de uma boa noite de descanso.

Sono privado?

Essa informação chega em uma época em que os americanos relatam privação de sono, especialmente os adolescentes. Viver com um déficit de sono é terrível para o humor, produção de hormônio, sistema imunológico e aprendizagem. Na verdade, um estudo descobriu que a falta de sono pode aumentar a probabilidade de formar memórias falsas, prejudicando os melhores esforços de um aluno.

Martelar informações em seu cérebro pode fazer algum sentido. “Como qualquer memória, quanto mais você se lembra, mais forte é o rastro da memória”, disse Cousins ao New Scientist. Mas o sono ajuda a memória a consolidar o aprendizado. Aqueles que não estão bem descansados podem realmente estar sabotando seus próprios esforços.

Mais pesquisa, no entanto, é necessária. Estatisticamente falando, não havia muita diferença entre os dorminhocos e os que estudaram a noite toda. Estudar de última hora foi praticamente não eficaz quanto o sono, de acordo com os dados.

Como você se sentiria se soubesse que cochilar no trabalho estava certo? Para o Dr. Cousins e seus colegas, é uma realidade. O pesquisador disse que um cochilo durante a o meio da tarde, que para a maioria das pessoas é por volta das duas ou três horas, é a melhor coisa para recarregar suas baterias e imprimir o que você aprendeu. Em seu laboratório, “a soneca é encorajada” , disse Cousins.

Artigo originalmente publicado aqui.