5 maneiras surpreendentes que pessoas utilizam para administrar seu tempo

71

Napoleão Bonaparte disse,

Tire um tempo para deliberar; mas, quando chegar o momento da ação, pare de pensar e aja.”.

Esta é uma grande lição para lembrar quando estamos em guerra com nós mesmos; Quando sabemos o que devemos fazer, mas agir parece não ajudar.

Talvez possamos agir por uma hora. Talvez por um dia. Até por semanas. Mas não estamos agindo.

A procrastinação pode ser uma enorme assassina da produtividade. No entanto, existem pessoas que dominaram seu procrastinador interior e parecem ser capazes de colocá-lo para descansar, conforme necessário. Como fazem isso?

Como as pessoas incrivelmente produtivas desligam a voz que diz: “está tudo bem, você sempre pode fazer isso mais tarde”?

1. Elas reconhecem o valor da gratificação atrasada.

Nossa cultura é extremamente apegada a gratificações instantâneas. Tendemos a gravitar em direção às tarefas que nos darão as recompensas mais rápidas e fáceis.

Pessoas superprodutivas têm uma profunda apreciação pelos frutos de seus trabalhos e estão mais dispostas a cumprir as tarefas a longo prazo para acompanhar seu desempenho. Elas quebram grandes tarefas em pequenas tarefas para que possam sentir algum tipo de realização mais antecipada e com mais frequência. Como James Dean disse: “A gratificação vem no fazer, não nos resultados.”

Comece a recompensar-se pela persistência. Tire um tempo para celebrar realizações a longo prazo. Isso irá ajudá-lo a parar de estipular tarefas com várias etapas ou um cronograma longo que o faça trabalhar até mais tarde.

2. Elas são mais realistas quanto aos compromissos relacionados ao tempo.

Produtividade nunca e’ um acidente. E’ sempre um resultado de um compromisso com a excelência, planejamento inteligente e esforço focalizado.

Você acha que uma tarefa vai levar três horas para ser concluída, mas você não tem um espaço de três horas para fazê-la. Você quer adiar “por enquanto” até que você tenha tempo.

A não ser que a tarefa não demore três horas – pode durar apenas uma hora e meia. Pessoas produtivas só começam com o tempo que têm e veem como as coisas se desenrolam.

Elas evitam cair nesta mentalidade fatalista que diz: “Mas vai demorar um século”! Elas dão o tempo que podem e na próxima vez que vão trabalhar nisso, elas estão mais perto de terminar. E isso é bom o suficiente.

3. Elas ativam o “perfeccionista interior”.

Ah sim, seu interior perfeccionista e procrastinador são bons amigos. O perfeccionista vai sugar até os limites da sua mente, lembrando-lhe constantemente que o que você está fazendo não é bom o suficiente… não ainda. Isso faz cada tarefa parecer mais assustadora do que precisa ser e você vai querer adiar.

Pare de ser tão autodestrutivo. Você não tem que fazer um trabalho ruim, ou transformar o trabalho sub-par, para calar seu perfeccionista interior. Apenas ensine-se a ficar confortável dizendo: “Eu vou fazer tudo o que posso e isso será bom o suficiente.”

Olhe Serena Williams – ela é extremamente bem-sucedida e tem muitas realizações em sua trajetória. Como a maioria de todos, entretanto, ela ainda luta com seu interior perfeccionista. “Eu sou muito insaciável”, disse ela. “Eu sinto que há tantas coisas que eu posso melhorar.”

Isso não a impediu de competir, no entanto. Ela é capaz de assumir riscos e ajustar a voz destrutiva o suficiente para continuar avançando.

4. Elas são excelentes em priorizar.

“Se você tem mais de uma prioridade, você não tem prioridade.”

Você termina as tarefas mais fáceis que estão fora de sua lista em primeiro lugar? Isso é tentador, porque nos dá essa gratificação instantânea que desejamos e nos permite sentir um sentimento de realização que acreditamos que nos guiará através das tarefas mais difíceis.

Exceto pelo fato de que normalmente não nos guia.

Pessoas super produtivas abordam as tarefas mais difíceis e importantes em sua lista primeiro, para tirá-las do caminho.

5. Elas não ficam à frente de si mesmos.

Oh, as coisas que você pode dizer a si mesmo para adiar algo que precisa ser feito!

E se ficar uma droga quando eu terminar? E se o meu chefe odiar isso? E se levar um século para ficar pronto?

Você não está lá ainda.

Pessoas altamente produtivas só fazem isso e se preocupam com as consequências mais tarde. Como Roger Babson diz, “Tenha em mente que nem o sucesso nem o fracasso são definitivos.”

Não projete seus medos em seus projetos. Com toda a probabilidade, seus medos são infundados, de qualquer maneira. Pare de lhes dar espaço e comece a trabalhar, em vez disso.

Publicado originalmente em: BusinessInsider.com

Tradução por: Crislayne Santos

COMPARTILHAR