Warren Buffett: Como maximizar o seu foco e dominar suas prioridades

241

Com mais de 50 bilhões de dólares em seu nome, Warren Buffett é constantemente classificado entre as pessoas mais ricas do mundo. De todos os investidores do século 20, Buffett foi o mais bem sucedido.

Dado o seu sucesso, é lógico que Buffett tem uma excelente compreensão de como gastar seu tempo a cada dia. De uma perspectiva monetária, você poderia dizer que ele gerencia seu tempo melhor do que qualquer outra pessoa.

E é por isso que a história abaixo, que foi compartilhada diretamente do empregado de Buffett para o meu bom amigo Scott Dinsmore, chamou minha atenção.

Vamos falar sobre a estratégia de produtividade de 3 passos simples que Warren Buffett usa para ajudar seus funcionários a determinar suas prioridades e ações.

A História de Mike Flint

Mike Flint foi piloto de avião pessoal de Buffett por 10 anos (Flint também voou com quatro presidentes dos EUA, então eu acho que podemos dizer com segurança que ele é bom em seu trabalho). Segundo Flint, ele estava falando sobre suas prioridades de carreira com Buffett quando seu chefe pediu ao piloto para passar por um exercício de 3 passos.

Veja como funciona …

PASSO 1: Buffett começou pedindo a Flint para anotar seus 25 principais objetivos de carreira. Então, Flint levou algum tempo e anotou. (Nota: você também pode completar este exercício com metas para uma linha de tempo mais curta, por exemplo, anote as 25 principais coisas que deseja realizar nesta semana).

PASSO 2: Em seguida, Buffett pediu Flint para rever sua lista e circular 5 de seus principais objetivos. Mais uma vez, Flint levou algum tempo, fez o seu caminho através da lista e, eventualmente, decidiu sobre seus 5 objetivos mais importantes.

Nota: Se você estiver seguindo em casa, faça uma pausa agora e faça estas duas primeiras etapas antes de passar para a Etapa 3.

PASSO 3: Neste ponto, Flint tinha duas listas. Os 5 itens que ele havia circulado eram a Lista A e os 20 itens que ele não havia circulado eram a Lista B.

Flint confirmou que ele iria começar a trabalhar em seus 5 melhores objetivos de imediato. E foi quando Buffett lhe perguntou sobre a segunda lista, “E quanto aos que você não circulou?”

Flint respondeu, “Bem, o top 5 é o meu foco principal, mas os outros 20 vêm em seguida. Eles ainda são importantes, então irei trabalhar neles assim que tiver uma oportunidade. Eles não são tão urgentes, mas eu ainda planejo dedicar-me ao fazê-los.

Buffett então respondeu: “Não. Você entendeu errado, Mike. Tudo o que você não circulou apenas se tornou sua lista de evitar-a-todo-custo. Não importa o quê, essas coisas não recebem nenhuma atenção de você até que você tenha conseguido com o seu top 5. ”

O poder da eliminação

Acredito no minimalismo e na simplicidade. Eu gosto de me livrar do lixo. Eu acho que a eliminação do inessencial é uma das melhores maneiras de tornar a vida mais fácil, tornar os bons hábitos mais automáticos e fazer você grato pelo que você tem.

Dito isto, livrar de itens e decisões que são um desperdício é relativamente fácil. É eliminar as coisas que você se importa que é difícil. É difícil evitar o uso de seu tempo em coisas que são fáceis de racionalizar, mas que têm pouco retorno. As tarefas que têm maior probabilidade de descarrilarem o seu progresso são as que você se preocupa, mas que não são realmente importantes.

Cada comportamento tem um custo. Mesmo os comportamentos neutros não são realmente neutros. Eles ocupam tempo, energia e espaço que poderiam ser colocados em direção a melhores comportamentos ou tarefas mais importantes. Muitas vezes estamos girando em movimento em vez de agir.

É por isso que a estratégia de Buffett é particularmente brilhante. Itens 6 a 25 na sua lista são coisas que você se preocupa. Eles são importantes para você. É muito fácil justificar gastar seu tempo neles. Mas quando você compará-los aos seus 5 principais objetivos, esses itens são distrações. Passar o tempo em prioridades secundárias é a razão pela qual você tem 20 projetos meio acabados em vez de 5 concluídos.

Elimine impiedosamente. Force-se a se concentrar. Complete uma tarefa ou mate-a.

As distrações mais perigosas são aquelas que você ama, mas aquelas que não o amam de volta.

 

Artigo originalmente publicado aqui.